A Terapia Ocupacional




O que é a Terapia Ocupacional?


O terapeuta ocupacional habilita para a ocupação de forma a promover a saúde e o bem-estar. Com este objetivo atua, em parceria com pessoas e organizações, para otimizar a atividade e participação, tal como definido pela World Health Organisation’s International Classification of Functioning and Disability (2002).

Promove a capacidade de indivíduos, grupos, organizações e da própria comunidade, de escolher, organizar e desempenhar, de forma satisfatória, ocupações que estes considerem significativas.


Para mais informações consulte o Perfil do Terapeuta Ocupacional.


Perfil do Terapeuta Ocupacional



Apontamento histórico da Terapia Ocupacional


A Terapia Ocupacional começou a estruturar-se como profissão em 1906, em Chicago, nos Estados Unidos da América, com a criação dos primeiros cursos em que se ensinava pessoas para trabalharem em hospitais, com uma função específica: utilizar a ocupação para ajudar os doentes. Nessa altura, o foco eram trabalhos artesanais e alguns exercícios físicos. Fundamentava-se a intervenção da Terapia Ocupacional na convicção que a ocupação contribui para devolver a saúde e o bem-estar dos doentes. Em 1910, seria definida como a “ciência da cura pela ocupação”.



Áreas de Intervenção

Os terapeutas ocupacionais podem atuar em diversas áreas de intervenção com pessoas de todas as idades.

O seu objetivo prende-se sempre com a promoção da funcionalidade, autonomia e independência de modo a melhorar a Qualidade de Vida, Bem-estar e Participação.




Crianças e Adultos com Atraso de Desenvolvimento

+ info

Lesões Músculo-Esqueléticas

+ info

Lesões Neurológicas

+ info

Psiquiatria e Saúde Mental

+ info

Onde encontrar um Terapeuta Ocupacional?

Os terapeutas ocupacionais são profissionais de saúde que exercem as suas funções com pessoas de diferentes faixas etárias - bébes, crianças, jovens, adultos e pessoas idosas - desenvolvendo a sua atividade em diversos contextos.



 

O Terapeuta Ocupacional pode exercer as suas funções em instituições como:

- Ass. Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental
- Ass. Portuguesa de Paralisia Cerebral
- Associação de Utente
- Centro de Atendimento a Toxicodependentes
- Centro de Recurso para a Inclusão
- Centro de Dia
- Centro de Saúde
- Clínica de Reabilitação
- Clínica de Saúde Mental
- Comunidade 
- Cooperativa de Ensino e Reabilitação de Crianças Inadaptadas 
- Empresa de Produtos de Apoio
- Empresa em geral
- Escola
- Estabelecimento Prisional
- Hospital Central
- Hospital Psiquiátrico
- Hospital Particular
- Instituição Privada de Solidariedade Social
- Jardim de Infância
- Estrutura Recidencial para Pessoas Idosas
- Unidade da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados